Estudo sobre absorção, 2011

Centro de testes

Instituto proDERM para a investigação dermatológica aplicada, Hamburgo, Alemanha.

Estudo 1

Objetivo

Avaliar a taxa de absorção do Bi-Oil após aplicação padronizada e fricção.

Amostra

Sujeitos: 22 avaliadores treinados (21 mulheres e 1 homem). Local de teste: produtos de teste aplicados ao antebraço de todos os avaliadores.

Metodologia

Duplamente oculto, aleatório e controlado. O Bi-Oil e um óleo de referência foram aplicados às áreas designadas para teste no antebraço dos avaliadores. Os avaliadores fizeram 100 movimentos cíclicos em uma velocidade estipulada. Os avaliadores então avaliaram a absorção dos produtos em uma escala de 5 pontos, de ‘absoração muito lenta’ até ‘absorção muito rápida’. Medições de sebômetro, para avaliar a quantidade de óleo na pele, foram feitas em 2 momentos - antes da aplicação e dois minutos após a aplicação do produto.

Resultado

A absorção do Bi-Oil na pele foi avaliada como ‘muito rápida’ ou ‘rápida’ pela maioria (77.3%) dos avaliadores treinados. Isto foi comprovado por medidas instrumentais com leituras do sebômetro no segundo momento de medição, mostrando que a quantidade de Bi-Oil restante na pele era significativamente menor quando comparado com o óleo de referência.

Estudo 2

Objetivo

Avaliar a taxa de absorção do Bi-Oil após aplicação padronizada e fricção.

Amostra

Sujeitos: 100 participantes (97 mulheres e 3 homens). Local de teste: produtos de teste aplicados ao antebraço de todos os participantes.

Metodologia

Duplamente oculto, aleatório e controlado. O Bi-Oil e um óleo de referência foram aplicados às áreas designadas para teste no antebraço dos participantes. Os participantes friccionaram o produto de teste por 1 minuto cada. Os participantes então avaliaram a absorção dos produtos em uma escala de 5 pontos, de ‘absorção muito lenta’ até ‘absorção muito rápida’.

Resultado

A absorção do Bi-Oil na pele foi avaliada como ‘muito rápida’ ou ‘rápida’ pela maioria dos participantes (72%).